8 de out de 2010

Meu pet é o bicho!

A foto da seção de hoje “Meu pet é o bicho!” é da Maxime, uma pitbull de 05 anos, que faz parte da vida e da família da Vanessa, moradora do Parque Novo Oratório de Santo André.


Não seria nada original chamar meu pet de “Ajudante de Papai Noel”. Só que olhando pra essa foto, não dá pra negar que este foi o melhor presente da família em 2006, como foi com Os Simpsons em 1989.

Ainda me lembro do dia em que ela chegou: era uma tarde de janeiro e eu estava tomando banho quando minha mãe chamou para ver algo no portão. O fato é que meu irmão havia feito um serviço de mecânica para um amigo e como pagamento ganhara o cãozinho tímido que tentava escapar pela grade e fugir para a calçada.

Ela era apenas uma bolinha de pêlos brancos com manchas pretas, e tinha olhos cor de âmbar lacrimosos e piscantes. Como resistir a uma criaturinha tão indefesa, fofa e linda, que aninhando-se no meu colo encontrou um lugar que se tornaria só dela?

Seu nome foi um achado, inspirado no grande sucesso da literatura inglesa que faz jus a sua grandeza, doçura e irreverência: Maxime. Igual ao da giganta retratada no quarto volume da obra de Harry Potter. Ao menos para os íntimos, é comum pronunciar um ligeiro e enérgico “Max” para sermos atendidos prontamente.

As semanas, meses e anos foram passando e hoje posso dizer que aprendi a amá-la incondicionalmente, não me preocupando com:

 A quantidade de objetos desaparecidos ou mastigados;
 Os sustos tomados por “engolimento de tranqueiras” ou “embate com carros no meio da rua” (ela não se intimida com o tamanho ou velocidade deles, já chegou a trombar e perder alguns dentes);
 Os saltos ornamentais dados da cozinha rumo ao sofá na sala, que causam a destruição da paz e da decoração do ambiente.

Independente das dores de cabeça, noites mal dormidas e gastos com cuidados veterinários, sou abençoada e imensamente grata por poder vê-la:

 Brincando com os outros animais da casa;
 Parada em frente a pia do banheiro – no escuro – aguardando pra tomar água fresca;
 Enlouquecer quando digo as palavras “vamos” e “passear”;
 Aguardar pacientemente companhia pra comer;
 Me esperar no portão, mesmo sem saber qual será meu horário de chegada;
 Excitada e ainda mais eufórica quando me deito com ela ou deixo que ela fique por perto.


"A compaixão para com os animais é das mais nobres virtudes da natureza humana." (Charles Darwin)


Seu animal de estimação pode ter um dia de celebridade! Envie fotos do seu bichinho pra nós, que divulgaremos na seção semanal “Meu pet é o bicho!”.

Mande fotos de boa resolução para abcdosbichos@gmail.com e faça uma breve descrição do pet (raça, nome, idade) e do seu dono (nome, profissão, cidade).


Foto: Arquivo Pessoal

Disqus for ABC dos Bichos