27 de dez de 2010

Diário de um Protetor...

Desejo quee 2011 seja uma esperança pro Lorenzo...vamos juntos mandar muitas vibrações a ele, pois se trada de um pequenino de 2 meses, que já conhece a maldade dos humanos.

Patrícia Cancellara, é outra pessoa iluminada, que resgata aqueles que não são bem vistos pela sociedade, os Pitbulls, ela oferece comida, água, uma caminha quente, leva ao veterinário e tenta arrumar um lar, saliento também que ela é a fundadora do Pitcão, que resgata 99% dos casos de violências e abandono contra Pit Bull.

Parabéns à você Patrícia e sua equipe, que seu projeto seja além do que você esperou pra ele, que você brilhe e seus desejos sejam atendidos.

Lorenzo: nunca deixe de lutar, você irá conseguir, torcemos por você bebezinho.

Feliz Ano Novo

Abs
Drika



Amigos ,venho aqui relatar um caso muito triste e que me tocou muito, chegou ao meu conhecimento e tive que salvá-lo antes que morresse sem atendimento, este pobre filhote morava numa casa simples na favela, ficou aos cuidados de terceiros e apareceu paraplégico.

Foi constatado que apanhou ,caiu da escadaria e o quadro é grave....apenas um bebê, Lorenzo ainda tenta mamar quando chega perto de um cão maior, de tão pequenino que é...teve múltiplas fraturas, contusões, está com doença do carrapato, anêmico,internado e recebendo todos os cuidados que precisa e faremos de tudo por ele...pobrezinho, só porque nasceu da raça pitbull?

Até quando veremos tanto preconceito com seres vítimas do ser humano, o maior vilão da natureza o ser que deveria protegê-los...vou mostrar para vocês a evolução deste bebê e peço que orem e torçam para ele voltar a andar, se recuperar e ter um lar que realmente o ame de verdade....esta é a realidade desta raça tão sofrida.

Enquanto tiver um pit sofrendo, minha alma não descansa até conseguir salvá-los, é uma missão difícil, por vezes solitária e ardua, pois não tenho abrigo próprio, resgato com o coração e estou com mais de 200 pits em hotéis pagos, como queria salvar a todos ...tem vários casos nas ruas precisando de ajuda, não há vagas....me ajudem a salvar os outros também?

Ass: Patricia

Foto: Arquivo www.pitcao.com.br

Quero saber mais...

“Quero saber mais...” traz uma edição especial: As 10 raças de gatos mais incomuns do mundo.

Em 7º lugar no ranking, está o gato da raça Khao Manee, também conhecidos como “Olho de Diamante” ou “Jóia Branca”.


Possui um temperamento dócil e confiante, considerado o gato real do antigo Reino do Sião, existe uma lenda que diz que se um gato desses fosse roubado, a pena seria a morte, na Indonésia consideram esses gatos como um amuleto da sorte.

Tem um charme especial, apresentando um olho de cada cor, um azul e um amarelo, com um toque esverdeado, que se destaca na pelagem branca.

Dono de uma personalidade dócil e companheira, fácil de se adaptar a qualquer ambiente.

Na próxima semana iremos apresentar o 8º gato das raças mais incomuns do mundo: O Bobtail Japones.

“Quero saber mais...”. Toda segunda-feira, uma nova coluna trará informações e curiosidades sobre seu pet favorito. Envie para nosso email abcdosbichos@gmail.com sua sugestão de raça e, na próxima semana, o animal mais votado ganha uma seção especial.

Foto:http://listverse.com/2009/11/26/top-10-unusual-cat-breeds/

24 de dez de 2010

O que eles desejam aos cães neste Natal...


Em entrevista especial, falamos com três cães que concordaram em relatar o que escreveram ao Papai Noel dos Animais, os demais se mantiveram em segredo, porque acreditam que se revelar o que pediram dá azar hehehe.






"Neste Natal, enquanto todos se abraçam eu consiga pegar o Perú de cima da mesa, para levar aos meus amigos peludos que se encontram sem uma família e com fome, e que possam encontrar pessoas que ofereçam um lar com muito amor, carinho, respeito, que não sintam mais sede e nem fome e que tenham um cantinho pra se protegerem da chuva".



Atenciosamente,
Mell, 06 anos








"Oi Papai Noel dos cães, permita que meus amigos caninos, tenham seus sonhos realizados, que não sejam agredidos, nem passem fome, que encontrem uma alma boa que os tirem das ruas e ofereçam a eles tudo que merecem, pois merecemos muito, somos fiéis e companheiros e não temos coragem de abandonar ninguém."



Saudações,
Fox, 04 anos








"Querido Papai Noel, não sou muito de escrever, gosto mesmo de ficar buscando bolinhas rsrs, quero que meus amigos cães, gatos, jacarés, papagaios, focas, minhocas etc e tal, sejam respeitados pelas pessoas, que não sejam maltratados ou abandonados como se não fossemos nada, temos coração, portanto, temos sentimentos".

Sem mais,
Nathan, 01 ano




A equipe de colaboradores do Blog ABC dos Bichos, desejam à todos os pets e seus donos um Feliz Natal com muita luz e prosperidade!!!


Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Fox, Arquivo de Thiago Silva



Agradecimento especial de Natal: Obrigada de coração a Carol, Fabi e Fernanda que me convidaram a fazer parte deste Blog, um excelente Natal a vocês, suas famílias e pets.
Abs
Drika

Meu pet é o bicho!


Em edição
especial de
Natal...




A foto da seção de hoje “Meu pet é o bicho!” é do Mozart, um poodlezinho de seis anos, sua dona e anjo da guarda é a Celina, que mora em Santo André.


Olá, meu nome é Mozart. Chique né? Mas eu já fui chamado de Timão, acreditem...

Quando meu nome era Timão, eu pertencia a uma família que não cuidava de mim muito bem. Até que eu tentava ser simpático, fazia algumas gracinhas para tentar ganhar algum agrado, eu queria que gostassem de mim e para isso eu mordia um pouquinho o calcanhar de uma senhora, mas acho que ela não gostava disso e eu levava muitos chutes.

Ah, eu também queria dividir a mamadeira com um bebê, que havia na casa, mas eles nunca deixavam nenhum pouquinho daquele leitinho pra mim e ainda me batiam. Mas eu tinha muita fome, mesmo porque, a minha barriguinha estava cheinha de vermes, e eu tinha que disputar arroz puro, com uma boxer adulta. Eu só tinha 2 meses e adivinha quem levava a melhor?

Até que um dia, o meu dono me ofereceu para a prima da mamãe, e disse que se ela não me comprasse, ele me levaria para o canil da Prefeitura, que já não me agüentava mais e que ninguém naquela casa me queria, que eu era muito chato, só sabia chorar (eu estava com muito medo, muita fome, muito tudo ).

Aí a prima da mamãe me comprou e foi então que a minha mamãe me ganhou. Quando a mamãe me pegou no colo, foi amor a primeira vista e é claro, mudou meu nome. Mas ela logo sentiu um cheirinho de cachorrinho sujo e imediatamente me levou para tomar meu primeiro banho e tosa (eu era um nó só).

Passei pelo veterinário, que me deu remédio para curar a minha barriguinha cheia de vermes e também vitaminas. Quando fui para minha nova casa, a mamãe me deu uma comidinha dentro de um pratinho, (eu não sabia comer no prato, aliás, nem sabia o que era isso) estava acostumado a comer no chão, mas a mamãe me ensinou e eu aprendi rapidinho.

Eu nem acreditava que aquela comida era só para mim e então eu comia, comia, comia até não agüentar mais. Mamãe diz que sou muito inteligente e esperto, que eu entendo tudo que ela fala e, às vezes, nem é preciso falar. Eu ganhei cama, cobertor e brinquedinhos,(só que durmo na cama da mamãe) e ganhei também um irmão, o José Rodolfo.

Eu caminho todos os dias junto com o meu irmão. Também viajamos para a nossa casa no interior ( aí é que eu gosto muito mesmo) . Adoro nadar e quando estou na piscina nado o dia inteiro, faço a maior bagunça e o meu irmão só fica olhando, porque ele não gosta de água. Eu e meu irmão somos muito felizes.

Eu já vou fazer 7 aninhos em março. A mamãe agradece ao Papai do Céu todos os dias, por ele ter enviado meu irmão e eu para ela. Vamos aproveitar a oportunidade, (eu, meu irmão e a mamãe) para desejar a todos um FELIZ NATAL e um ANO NOVO cheio de PAZ!

Foto: Arquivo Pessoal

Seu animal de estimação pode ter um dia de celebridade! Envie fotos do seu bichinho para nós, que divulgaremos na seção semanal “Meu pet é o bicho!”.

Mande fotos de boa resolução para abcdosbichos@gmail.com e faça uma breve descrição do pet (raça, nome, idade) e do seu dono (nome, profissão, cidade).

23 de dez de 2010

2010 - O que esse ano significou pra vc?

video


A Andréa uma protetora independente do Bairro do Ipiranga em São Paulo, fez uma homenagem a algumas pessoas que de um jeito ou de outro salvaram vidas, ou tentaram dar um final feliz a um amigo que precisava de amor e carinho, porque muitas vezes eles se entregam, pelo simples fato de não querer sofrer mais.

Mas esses protetores, muitas vezes conseguem reverter o quadro de tristeza, angustia, medo e dar uma qualidade de vida melhor, e muitas vezes fazem esquecer que um dia eles passaram frio, sede, fome, que foram maltratados e chutados.

Com certeza foram mais resgatados do que se pode ver neste vídeo, mas foram guardados na memória.

Parabéns a todos os envolvidos nesta causa animal.

Faça você também uma boa ação aos animais e pessoas que precisam de ajuda, comece hoje, pois quem sabe ano que vem, você esteja num video desses.

Feliz Natal pra todos.

Abs
Drika

Tika volta para os braços de sua dona...


Oi pessoal, graças a Deus, mais uma história com final feliz, soube essa semana que essa cachorrinha tinha sumido, então liguei ontem para a Gecila, na intenção de conseguir uma foto para postar no Blog e tentar encontrar a Tika.

Mas a boa notícia veio assim que ela atendeu o telefone, dizendo que já estava com sua jóia em seus braços, que haviam encontrado, que estava bem tratada e que seu Natal seria muito mais Feliz.


Gostaria de agradecer a todas as pessoas que estiveram envolvidas nesta história, que se preocuparam com a situação da cachorra na rua, que levaram ao veterinário e deram um local quentinho pra ela dormir, não sei seus nomes, não sei quem são, mas uma única coisa eu sei:

são pessoas do bem, vocês são abençoados, parabéns pelo gesto de amor ao próximo e respeito pelos animais, que todos seus sonhos se realizem.

Abs
Drika

Segue o texto contado pela Gecila como tudo aconteceu:

Tika sumiu misteriosamente do jardim do prédio na segunda-feira na hora do almoço. Digo misteriosamente, porque há 4 anos ela desce diariamente para brincar ou ficar na guarita junto ao porteiro e nunca chega nem perto do portão pq morre de medo da rua. Quando precisa sair, imediatamente trava as patas traseiras e fica muito difícil andar ( scottish cramp, mal da raça sem seriedade). Pois nesse dia sumiu do prédio que é pequeno e todos a conhecem. Ninguém acredita que possa ter saído, mas aqui não está. Teria sido roubada? mas por quem? com isso passamos a tarde da segunda muito confusos.

No dia seguinte alguém disse tê-la visto na calçada do prédio. Criei alma nova, imprimi rapidamente um aviso e saí colocando e perguntando a todo o nosso quadrilátero.

Quarta-feira nada, porém desde a terça que uma amiga havia colocado um anúncio em algumas redes de proteção a animais, então comecei a receber muitos emails que perguntavam dela, sua descrição e se possível uma foto.

E a notícia se replicou com uma velocidade inexplicável. Além disse, três dessas pessoas me ligaram e foram me animando, contando de outros casos que tinham aparecido às vezes depois de 15/20 dias, como deveria montar o cartaz, talvez devesse usar carros com alto-falantes e já procuraram os telefones e me passavam tudo facilitado, como colocar as faixas que a prefeitura vem e tira por que são proibidas e eu deveria recolocá-las.

Tudo isso me animou e na quarta à noite fiz o cartaz e quinta logo cedo xeroquei e as 2 horas já estavam quase todos fixados pelos postes do Jardim Paulista.

Três horas após recebo uma ligação de um motorista particular avisando que ele tinha visto a Tika sendo cuidada por um rapaz que trabalhava perto da casa de seu patrão, que ela estava bem mas que ele só poderia dar o recado no dia seguinte quando o rapaz fosse trabalhar. As 9 da manhã ele já falara com o rapaz e logo fizeram contato comigo dizendo que a Tika estava bem mas que antes de me entregarem deveríamos conversar um pouco.

Achei estranho mas fui imediatamente para lá. Foi então que saíram do escritório 3 moças e 1 rapaz se identificando como "os que encontraram Tika". Depois que se certificaram que era mesmo a dona dela, que não havia intencionalmente descartado o animal para ficar livre dele, então me contaram toda a história de como a encontraram travada numa calçada, que a levaram ao veterinário e como não tinha onde deixa-la um deles ficou com ela em seu apartamento.

Bem Tika já dormia com ele em sua cama, já tinham feito tosa e lacinhos vermelhos e ele já estava triste por precisar me devolver. À noite me trouxe e tudo parece que magicamente voltou ao normal no meu espaço e dentro de mim. Não, nada voltou a ser como antes. Todo esse episódio me fez lembrar de como as pessoas são solidárias e generosas e que pena q por vezes a gente se esquece disso...

Dois dias depois recebi um email do rapaz dizendo que tinha acabado de comprar um cachorrinho para ele. Descobrira que era isso que estava faltando em sua vida.

Feliz Natal,
Gecila


Foto: Arquivo Pessoal

22 de dez de 2010

Diário de um protetor...

Somos todos filhos do mesmo PAI; vivemos numa mesma moradia Planeta Terra e somos todos energias no Universo;portanto, para que todos possamos estar bem precisamos que o nosso próximo, toda espécie de vida também esteje bem porque: TODOS SOMOS UM SÓ!!!

Bom dia amigos queridos!
Estou vindo da distribuição da ração a uma família carente do Jd.Ipe - S.B.Campo; referente a Campanha de Natal. Consegui também doação de roupas, alimentos e brinquedos usados com uma turminha do bem do Diario do Grande ABC.

Acontece que, ao adentrar no lar dessa família, ví que a situação é pior do que se imaginava, ou seja, chove dentro da casa por não ter telhas, não há guarda-roupa porque perderam com a quantidade de agua que escorre nas paredes, o cheiro de mofo é muito grande. Não consegui ficar por muito tempo no comodo pequeno, pois fiquei sufocada. Questionei-me, posteriormente, como é que eles conseguem sobreviver naquela situação tão precaria; principalmente aquelas crianças e uma jovem queestá grávida de sete meses.

Meu Deus!!!
Sabe meus amigos amados, tantas pessoas reclamam da vida; Dão pit por coisas tão fúteis e não sabem realmente o que é passar fome, passar necessidades. Portanto, venho clamar pela sua SOLIDARIEDADE.

Qdo amamos verdadeiramente, esse sentimento atua no sentido universal sem limites e sem fronteiras uma vez que a existência é um conjunto de vidas c/propósitos comuns, ou seja, VIVER DIGNAMENTE.

AMEMOS OS HUMANOS; AMEMOS OS ANIMAIS E AMEMOS A NATUREZA; PORQUE TODOS SOMOS UM SÓ!!

Oi amigos, gostaria de agradecer algumas pessoas do Depto. Jurídido do Diário do Grande ABC, que tiveram uma participação especial e me ajudaram a mudar o Natal desta família para que fosse diferente dos outros anos, obrigada pela colaboração, dedicação, amor sem conhecer, vocês são pessoas incríveis que fizeram a diferença: Dra.Andrea Vellucci, Dra.Denise Simonaka, que doaram roupas e brinquedos, ao Diego que doou sua Cesta de Natal, minha mamãe Neusa, e ao meu namorado tão amado, por me inspirar e incentivar nas causas animais.

Não posso deixar de agradecer a Andrea e a Rosana Salles, pelo empenho, amizade, cumplicidade e carinho, amor aos nossos amigos animais, obrigada por tudo sempre e estamos juntas, sabemos que não podemos salvar o Planeta, como gostaríamos, mas estamos aqui pra fazer a nossa parte.
Valeu mesmo.
Abraços Drika

Segue algumas fotos sedidas pela Rosana no momento da entrega das arrecadações.

Eu, Drika representando os amigos do Diário do Grande ABC


Esta é a família que tivemos o prazer de ajudar...


Algumas fotos do interior da casa, da qual se Deus quiser iremos mudar essa imagem...


Mesmo nesta situação, vimos sorrisos, lágrimas de agradecimentos...


São pessoas que acreditam, vivem e sonham, assim como todos nós...


Vamos nos unir para colorir e encher de flores estas imagens, vamos mudar este cenário.


NÓS ACREDITAMOS!!!

A familia está precisando de:
Cesta básica;
Roupas de criança 7 anos(menininha) e 2 anos(menininho) e para o bebezinho que irá nascer;
Telhas de brasilit para cobrir 42 metros quadrados (7compr.por 6 larg.) e mais as madeiras;
Um guarda-roupa.
Ração para os cães.
E que o coração de vocês enviarem.

Obrigada, muito obrigada!
Carinhosamente,
RôZana Salles - Sto.André
Tels:(011)4426-4058/83878869


Foto: Arquivo Pessoal

21 de dez de 2010

Doris procura um lar.

Olá, eu sou a Doris tenho 4 meses, sou mestiça de pastor alemão, serei castrada hoje, estou com as minhas vacinas e vermífugo em dia.


Por ser uma mix de pastor, seria legal uma casa com espaço pra eu correr e gastar minhas energias.

Quem se interessar por mim, favor entrar em contato com a Silmara:
4426-2354 ou 8163-8814

Foto: Arquivo Pessoal

20 de dez de 2010

Neste Natal, mate a fome de um animal.


Clique para ampliar

Meu nome é Rosana, sou de Santo André – SP e sou protetora independente. Resgato animais de ruas que sofrem com o abandono e também por maus tratos. Atualmente tenho 32 animais.

Eu não sou colecionadora, muito pelo contrário, faço um trabalho de adoção em meu orkut, email e pessoalmente. A maioria desses anjos de quatro patas estão para adoção e outros por serem velhinhos, deficientes e problemáticos irão morrer em meus braços.

Bem, resolvi fazer essa Campanha: NESSE NATAL MATE A FOME DE UM ANIMAL; FAÇA UMA BOA AÇÃO, DOE UM PACOTE DE RAÇÃO! pois eu vejo tantas Campanhas na mídia tais como: Criança Esperança, AACD, Hospital do Câncer de Barretos, Ressoar, SOS Nordeste e outros mais e nunca vi uma Campanha em Prol dos Animais; mas tdo bem..., façamos cada um a sua parte, muitas pessoas se preocupam c/os Humanos e eu, preocuparei-me e cuidarei dos Animais, o importante é fazer a diferença na vida de cada SER.

Bem, tive essa idéia e coloquei-a em pratica devido as inúmeras ligações q/recebo de protetoras superlotadas,desesperadas, (emocional totalmente abalado) pedindo-me ajuda p/seus cãezinhos q/estão famintos, q/estão sobrevivendo a base de pão e agua, e outros comendo as suas próprias fezes e eu, não tenho como socorrê-las, pois além dos meus 32, eu alimento animais de rua e tbém estou auxiliando dois cachorros grandes da Vila Luzita - Sto.André e + 3 c/ 5 filhotes no Jd.Ipê - S.B.Campo, cujos donos estão desempregados e não tem nem comida p/eles.

Sabe meus amigos do bem, é muito triste p/mim não poder atender aos pedidos dessas sofridas mulheres q/levam uma vida de cão por AMOR aos cães, portanto, se vc puder ajudar com um pacote de ração eu ficarei eternamente grata.

"AMAI-VOS UNS AOS OUTROS... INCLUSIVE OS ANIMAIS!!!" (RôZana Salles)

De antemão, o meu muito obrigada!
Bjus e esteja sempre c/Deus pois ELE está sempre c/vc!
Carinhosamente,
RôZana Salles - Santo André - SP. Tels:(011)4426-4058/83878869


"A verdadeira solidariedade começa onde não se espera nada em troca."
(Antoine de Saint-Exupéry)


Peço a gentileza de encaminhar o comprovante do depósito p/o meu meu email p/que eu possa identificar as pessoas p/eu postar as doações na minha pagina do orkut http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=17965662750908594337&rl=t

Foto: Banner Arquivo Pessoal

Quero saber mais...

“Quero saber mais...” traz uma edição especial: As 10 raças de gatos mais incomuns do mundo.

Em 6º lugar no ranking, está o gato da raça Savannah.


Considerado uma raça de sucesso mundial, é também exótico e elegante.

Sua origem vem do cruzamento de duas espécies de felinos, o Serval Africano (gato de porte médio) cujo habitat são as planícies africanas e o Gato Doméstico.

Os machos dessa raça podem chegar a medir duas vezes e meia o tamanho de um gato doméstico, chegando a pesar até 13 quilos.

Sua pelagem é exótica, mesmo parecendo um animal selvagem seu comportamento é dócil, brincalhão e como muitos cães, podem trazer os objetos arremessados como bolinhas.

Tem uma facilidade incrível em saltar, são inteligentes e companheiros da família e muita disposição para brincar com crianças.

Na próxima semana iremos apresentar o 7º gato das raças mais incomuns do mundo: O Khao Manee.

“Quero saber mais...”. Toda segunda-feira, uma nova coluna trará informações e curiosidades sobre seu pet favorito. Envie para nosso email abcdosbichos@gmail.com sua sugestão de raça e, na próxima semana, o animal mais votado ganha uma seção especial.

Foto: http://tazogato.blogspot.com/2010/08/conhecendo-as-racas_18.html

17 de dez de 2010

Meu pet é o bicho!





Em edição
especial
de Natal...




A foto da seção de hoje “Meu pet é o bicho!” é da Bella, uma Border Collie de 10 meses. Seu novo lar será na Vila Jardim Santa Cruz e sua nova família é o Vitor, Osvaldo e a Denise.


Vou postar aqui uma história diferente das que são postadas semanalmente. Pois sua nova família ainda não conhece a Bella, pessoalmente, só por fotos.

Começa assim, a Denise trabalha comigo e foi a uma competição de agility do qual eu estava com meus cães e ela se apaixonou pela raça border collie.

Um dia chegou pra mim e disse que queria comprar ou ganhar um, então, postaram no fórum do nosso esporte que tinha um macho de um ano pra doar, imediatamente entrei em contato com a pessoa, mas...já havia sido doado.

Vi uma carinha de decepção por parte da Denise e minha também, afinal eu queira dar um cão pra ela.

Dias depois, recebo um email de uma amiga, a Martinha que mora em Cotia, que também pratica agility com a gente, dizendo que tinha uma border fêmea de 10 meses pra doar.

Falei com a Denise, que ligou pro namorado Osvaldo e contou que estavam doando uma border, ele falou com os pais dele pra ver se a cachorrinha poderia ficar na casa deles, e sem saber se era de raça ou não, sem saber cor, tamanho e características básicas sobre cães, eles disseram: Pode trazer.

Liguei para Martinha em Cotia, ela falou com a Denise e marcaram um encontro pra amanhã(sábado). E a semana toda eu ouvia dizer: Ai Drika, não vejo a hora de ver a Bella rsrs, isso porque a Denise não tem só este cão e sim outros três, mas como dizem, o amor pode ser compartilhado com todos.

Até este post, ninguém conhece a cachorra ainda, só por foto, mas já adiantando, a Bella ganhou uma caminha rosa, guia para passeio, ração, potinhos novos de água e comida, brinquedos e tudo mais que se podia carregar.

Fica aqui a expectativa da chegada dela nesta nova família que não se conforma como está demorando pra chegar logo o final de semana.

Gostaria de deixar meu agradecimento por este ato, por este amor sem ter visto, por essa dedicação sem conhecer, e lembra-los que hoje é sexta-feira e que amanhã cedinho já estarão com a Bella no carro e fazendo parte de suas vidas.

Sejam muito felizes...
Com carinho, Drika


Aos leitores: Me comprometo em registrar momentos da Bella com sua nova família e coloca aqui no Blog.


Seu animal de estimação pode ter um dia de celebridade! Envie fotos do seu bichinho pra nós, que divulgaremos na seção semanal “Meu pet é o bicho!”.

Mande fotos de boa resolução para abcdosbichos@gmail.com e faça uma breve descrição do pet (raça, nome, idade) e do seu dono (nome, profissão, cidade).


Foto: Arquivo Pessoal

16 de dez de 2010

Bazar em prol aos animais abandonados de São Caetano


Clique para ampliar


Participe desse gesto de carinho e respeito pelo animais abandonados, o pouco que a gente ajuda é o bastante muitas vezes pra eles.

Banner: Arquivo de Rosana Salles

15 de dez de 2010

Vira-Latas & Eu

Olá amigos, tenho o prazer de postar aqui uma matéria sensacional “Vira-Latas & Eu” que foi publicada no dia 12 de dezembro 2010, que fala sobre cães e gatos vira-latas.

O Diarinho, e sua equipe, deram uma ênfase neste assunto tão importante, muitas pessoas procuram cães de raça, mas os SRD (sem raça definida) também precisam de amor, carinho, respeito, uma caminha quentinha pra dormir, água, comida, ficam doentes, são alegres e brincalhões como os de raça.

Muitos dizem que os vira-latas são feios, mas na verdade qualquer animalzinho, deve ser dado o devido valor pelo seu gesto, companheirismo, pela sua integridade e não pela sua beleza exterior.

Independente do cão ser de raça ou não, eles nunca vão te abandonar, sempre estarão ao seu lado, sempre dando carinho, brincando, pulando e te esperando chegar em casa.

Nesta matéria podemos ver as crianças aprendendo desde cedo o verdadeiro amor e respeito pelos bichos, além é claro da responsabilidade em ter um animal e o zelar por eles.

Parabéns à todos os envolvidos na matéria, vocês realmente escrevem com a alma.

Muito obrigada pela oportunidade deste post tão importante.
Abraços
Drika

Nicolly


Melhor amigo entre todos

Eles não têm pedigree (documento que prova que os pais são da mesma raça e não há misturas nas gerações anteriores), mas isso não importa. Os vira-latas são tão amados como os demais e estão tendo seu valor reconhecido, conforme recente pesquisa que mostra serem os cães mais comuns na casa dos paulistanos.
O nome correto para identificá-los é SRD (Sem Raça Definida), pois não têm as características necessárias para serem considerados de uma raça específica. Podem ser pequenos ou grandes, com rabo comprido ou curtinho, ter pelos pretos, brancos, marrons ou todas essas cores misturadas. Cada um é de um jeito.
E tudo isso representa grande vantagem. Em geral, a mistura de raças os torna mais resistentes. Quando se reproduzem naturalmente – sem serem selecionados pelo homem, como é comum ocorrer com os cães de raça –, só os mais adaptados a sobreviver no ambiente que ocupam conseguem produzir descendentes suficientes para manter a espécie. Assim, transmitem para as gerações seguintes as melhores características, tornando-as mais fortes.
No entanto, isso não quer dizer que não podem ficar doentes ou que a expectativa de vida dos vira-latas é maior. Tudo depende do tratamento que recebem ao longo dos anos. Algumas pessoas acham, por exemplo, que por não terem raça definida não precisam de ração. Isso não é verdade. Somente a ração fornecerá os nutrientes necessários para o bicho. Comida de gente pode causar doenças, como anemia, obesidade e colesterol alto.
Os SRD também são muito espertos. Os que vivem nas ruas, principalmente, desenvolvem habilidades especiais, como saber atravessar vias no momento certo. Estudo realizado por universidades escocesas com 80 cachorros mostra que os vira-latas têm melhor noção de espaço e mais facilidade para resolver problemas do que os cães de raça.


Donos curtem sua animação

Quem tem vira-latas sabe como eles são especiais. As irmãs Maithê, 9 anos, e Heloá Kapor de Brito, 12, de Santo André, são donas de Meg. Elas já escutaram muitos dizerem que a cadelinha é feia. “Sempre defendo, ela tem beleza interior”, diz Maithê. Heloá completa: “Não trocamos a Meg por nenhum cão de raça”.


Heloá e Maithê

Na opinião de Gabriel Dal’Acqua de Angelis, 10, de Santo André, os vira-latas são muito mais animados. O menino é dono de Flecha, batizado com esse nome por ser muito veloz. “Quando a gente foi visitar a mãe dele para escolher um filhote, o Flecha correu para o meu colo”, lembra. Como Gabriel mora em apartamento, o bicho fica na casa da avó durante a semana, onde tem mais espaço. “Sinto saudade, mas fico com ele no fim de semana.”


Gabriel
Protetora de animais abandonados

A família de Nicolly Alexandra Costa, 6 anos, de Ribeirão Pires, é tão apaixonada por vira-latas que tem 20 cães e 13 gatos sem raça definida. A maioria foi recolhida das ruas pela mãe da menina. “Acho importante cuidar dos animais abandonados”, diz a garota, que curte muito brincar com todos eles.
Nicolly leva os bichos para passear, cuida da alimentação e limpa a sujeira que fazem. “O Pierre é cego, e eu dou comida, água e o ajudo na hora de ir para algum lugar”, conta. Apesar de numerosos, eles costumam ser bastante obedientes e carinhosos. No entanto, se começam alguma bagunça, Nicolly logo tem a solução: “Minha mãe me ensinou a pedir silêncio e dar um ossinho para ficarem mais calmos.”


Antes todos eram iguais

As raças de cães foram desenvolvidas pelo homem. Isso começou há milhares de anos com a domesticação dos lobos; os mais dóceis eram mantidos vivos, os agressivos viravam alimento. Com o tempo, os lobos mais calmos se reproduziram, gerando descendentes cada vez mais tranquilos.
Não se sabe ao certo como muitas raças foram criadas, mas todas surgiram porque o homem separou cães com determinadas características e os deixou cruzar apenas com aqueles que eram iguais. Há muitos anos, os clubes de criadores são responsáveis por determinar os padrões exatos que cada raça precisa ter, como peso, tamanho, cor, temperamento.
O problema é que essa seleção artificial torna os animais cada vez menos resistentes. Muitas raças têm doenças características; em geral, dálmatas sempre apresentam problemas nos rins. Algumas, como o buldogue, já não conseguem mais se reproduzir naturalmente, apenas por meio de inseminação artificial.


Cão-gato

Os gatos vira-latas também são muito comuns. No entanto, a popularidade deles não é a mesma que a dos cães. De modo geral, há preconceito tanto em relação aos de raça como os SRDs. Há quem diga que não são muito confiáveis. A diferença, na realidade, é que eles só demonstram o carinho que sentem pelos humanos quando realmente querem.
Diferentemente dos cães, os gatos se viram muito bem sem donos. Entretanto, estão sendo desenvolvidas raças com características caninas, como amabilidade e sociabilidade. O francês chartreux, por exemplo, é chamado de gato-cão. É muito dócil, brincalhão e demonstra com facilidade o amor que sente pelo dono.

Campanha de adoção

Godofredo é sortudo. Foi resgatado da rua pela mãe de Aryadne Mayo de Carvalho, 11, de Santo André. “Ele é carinhoso, calmo e bricalhão. Não acho que vira-lata seja diferente dos outros”, afirma. Mas muitos permanecem perambulando por aí.
Os CCZ (Centros de Controle de Zoonoses) têm muitos que esperam por uma família. Antes de levá-lo para casa, no entanto, é preciso ter certeza de que cuidará dele e terá condições de oferecer o melhor. Confira: Santo André (4990-5256); São Bernardo (4365-3365); São Caetano (4232- 8170); Diadema (0800-771-0963); Ribeirão Pires (4824-3748); ONG Ajuda Animal (4827-9215).


No cinema

Em A Dama e o Vagabundo (1955), um vira-lata que vive na rua se apaixona pela cadelinha da raça cocker spaniel chamada Lady. O visual de Vagabundo foi inspirado numa cachorrinha que os artistas da Disney salvaram.

Em Vira-lata (2007), um cão sem casa ganha poderes após sofrer acidente em um laboratório. Assim, ele passa a vestir roupa de super-herói e defender pessoas em perigo. Apesar do nome do filme, o bicho é da raça beagle.

Em Romeu: O Vira-Lata Atrapalhado (2008), o cachorro que dá nome à animação vivia com muita mordomia até ser abandonado. Na trama, o bicho tem de enfrentar uma gangue de cães do mal para salvar sua amada cadelinha.

- Quando animais de raças diferentes se reproduzem são considerados SRD, ou seja, também são vira-latas

- Esperteza é uma das qualidades do SRD, conforme prova Fred, vira-lata que percorreu 60 km, em um ano e meio, para conseguir voltar ao antigo lar.


Consultoria: Priscila Felberg, consultora de comportamento da Cão Cidadão, e Camila Guernelli, veterinária da Pet Center Marginal

Texto: Juliana Ravelli / Diarinho - Diário do Grande ABC

Colaborou: Nayara Fernandes, especial para o Diário.

Foto: Marina Brandão

Designer: Rafael dos Santos

Agradecimentos: Teresa Monteiro/Lola Nicolas

Poodle precisa de um lar...

Pessoal peço por favor que leiam com carinho esse meu pedido e se caso não puder ajudar, repasse por favor, para o maior numero de pessoas, é uma verdadeira corrida contra o tempo, ontem resgatei um poodle na Av.São Bernardo em Sto Andre, ja tinha visto ele antes e uma pessoa está arcando com os gastos que ele teve(tosa,banho,castração), porém temos até sexta feira pra tira-lo da clinica em que se encontra pois lá não pode ficar aos finais de semana, eu estou eu aqui pedindo por essa vidinha que resgatei tão sofrida.


Alguém que o adote dando um lar com muito amor e carinho ou um lar temporario pra possamos buscar a adoção dele, ele é branco mas estava preto de tanta sujeira, todo molhado, tremia de frio e de medo, estava com muito medo quando peguei e ficou até bravinho, acredito que já deve ter sido agredido e com medo quer se defender, uma criaturinha tão inocente, pequena e judiado pelo descaso humano.

ELE É LINDO, PEQUENO, UNS 6KG, BRANCO E TEM POR VOLTA DE 7 ANOS,ESTÁ CASTRADO, está em Santo André SP, foi tosado devido muitos nós no pelo, mas quando crescer vai ficar um bolinha de neve de tão lindo, que tal vc dar uma chance a essa vidinha e ele passar o Natal em casa heim!!! ele é um pouco arisco no inicio devido medo, mas nada que muito amor possa trazer a confiança dele, segue umas fotinhos dele ainda no meu carro quando tinha acabado de pegar, não estão muito boas, mas foi o que deu pra tirar, mas garanto é lindinho!!!

Qualquer coisa entrar em contato:
patricia_pietri@yahoo.com.br
8332-0403 TIM

Foto: Arquivo Pessoal

14 de dez de 2010

Purina lança uma nova linha de produtos pro seu gatinho ou gatão.

Friskies é um linha de alimentos secos para gatos, elaborados com deliciosos ingredientes de primeira qualidade. Além do magnífico sabor, os alimentos Friskies proporcionam uma alimentação 100% completa e balanceada para todas as fases de vida do seu gato.

Delícias da Fazenda: É uma deliciosa combinação de galinha caipira, carne e peru. Uma receita balanceada que contém todos os nutrientes essenciais para seu aventureiro explorar e descobrir um mundo cheio de sensações.
Clique para ampliar


Gatinhos: Deliciosa combinação de frango, cenoura e leite, especialmente criada para que seu gatinho tenha toda a nutrição necessária para um desenvolvimento forte e cheio de vitalidade.

Clique para ampliar


Texto e maiores esclarecimentos: http://www.nestle.com.br/purina/friskies/produtos/produtos.aspx

Foto: Arquivo de Roberta Santoro

13 de dez de 2010

Hospital Dr.Hato em Santo André sediou Campeonato de Natação para Cães.

No final de semana passado dia 12/12, em Santo André, vários cães puderam participar de um campeonato bem divertido de natação no Hospital Veterinário Dr. Hato, onde pude estar presente e registrando alguns momentos pra vocês.

As categorias eram divididas em cães pequenos, médios e grandes, e foram premiados do primeiro ao terceiro colocado, vários brindes completaram a alegria do pódium.

Dentre várias raças presentes, a categoria cães de grande porte, a maioria eram labradores.

Confiram algumas fotos:















Foto: Arquivo Pessoal

Quero saber mais...



“Quero saber mais...” traz uma edição especial: As 10 raças de gatos mais incomuns do mundo.


Em 5º lugar no ranking, está o gato da raça Persa Teacup, que quer dizer xícara de chá.

São considerados as miniaturas dos persas, um gato que se adapta fácil em apartamentos pois não requer tanto espaço devido ao seu tamanho.

Possuem a pelagem comprida e o rosto achatado, como o persa que nós conhecemos, mas seu peso não ultrapassa a 3 quilos.

Na próxima semana iremos apresentar o 6º gato das raças mais incomuns do mundo: O Savannah.

“Quero saber mais...”. Toda segunda-feira, uma nova coluna trará informações e curiosidades sobre seu pet favorito. Envie para nosso email abcdosbichos@gmail.com sua sugestão de raça e, na próxima semana, o animal mais votado ganha uma seção especial.

Foto: http://home.cartasparabial.com.br


10 de dez de 2010

Mega Eventos Matsuri Guarulhos foi um sucesso.

Tive a oportunidade de estar presente, na confraternização de agility com meu namorado, cães e amigos, e também conhecer o evento.

Foi um clima muito agradável, todos se divertiram muito, tudo começou com um sol escaldante e terminou com chuva forte, mas nem assim desanimou o pessoal.

Tirei algumas fotos e outras foram mandadas para que eu pudesse divulgar.


O pessoal do Centro de Zoonoses de Guarulhos, doaram 3 cães durante o evento e muitas pessoas saíram de lá com a promessa de conhecer outros cães que estão na espera de uma família.

Obrigado ao Carlos Ono que foi nosso maior contato para essa grande festa, a Regina que me ajudou no envio de algumas fotos, a Empresa Dog Clean/Lethícia que nos enviou 6 kits de beleza para cães que foram sorteados e também a Royal Canin/Daniel, que contribuiu com a premiação dos nossos pódium com kits filhotes, colchões e toalhas.

Parabéns pessoal e até o ano que vem.
Abs
Drika

Foto: Arquivo Pessoal/Regina UCEG e Drika

Meu pet é o bicho!



Em edição especial
de Natal...






A foto da seção de hoje “Meu pet é o bicho!” é da Sharon, uma poodle de 14 anos, e quem contará a história dela, é a sua dona, Giovanna Moretti de Santo André.

Isso mesmo...
São estes olhinhos lindos que me encantam a cada dia, que enchem de graça a minha vida. Neles refletem a minha existência e a minha felicidade...

Por falar em felicidade, foi com 9 anos que ganhei a minha primeira e única Filha: Sharon.

Lembro-me como se fosse hoje, chegou com minha mãe, minha tia e minha avó no carro da minha mãe, e adivinha onde ela estava? Dentro do casaco de ziper que minha avó estava vestida! Ela era bem marrom e pequenina, como um bombomzinho de chocolate. Minha avó diz que na ninhada, ela era a única desta cor, e este detalhe coloral é apenas uma, das características belas que ela apresenta.

Desde daquele dia, o meu mundo se transformou em uma alegria e tanto, crescemos juntas, brincamos juntas, bagunçamos juntas, dormimos e acordamos juntas, tomamos café da manhã juntas, jantamos juntas... Vivemos juntas. Ela sou eu e eu sou ela.

Hoje tenho 23 anos e ela completou em Outubro 14. Como uma boa Libriana, Sharon é ciumenta, possessiva, amorosa, brincalhona, linda e querida... Só não é fã de criancinhas! Ela com todo o charminho que só quem a conhece sabe, conquista a todos, ganha afagos, beijos e muito carinho! Ela adora comer, pra ela comer é tudo de bom! Ama verduras, legumes, principalmente vagem, adora frutas, ração, bifinho, queijos, e se deixar pão, bolacha, pipoca, pizza, brincos, relógios, celular, cobertas... Ufa!! Tudo que vier é lucro!

Ela tem vivacidade, posso afirmar que possui bom humor, é arteira e inteligente!
Todos os dias quando chego em casa do trabalho ela já está me esperando pra brincarmos até (eu) cansar, de correr uma atrás da outra, de jogar o ossinho, de rosnar, de se esconder! Para mim, estes, são um dos melhores momentos da minha vida. Sinto-me tão feliz, que esta sensação espalha-se pelo meu corpo, alma e espírito.

E a noite, agente dorme juntinhas na minha cama, que mais parece dela do que minha, pra finalizarmos o dia com o melhor soninho do mundo!

A Sharon já teve alguns probleminhas de saúde, teve que tirar o útero, os ovários, e se não fossemos a tempo, poderia ter morrido; toma remédio diariamente para o coração, tem um probleminha na coluna e no joelho e hoje já não escuta quase nada... Há uns meses atrás fazia xixi na cama, todos os dias, mas Deus atendeu a minha promessa, e com sua Grandiosidade livrou a minha filha mais uma vez de qualquer doença ou mal estar. Mas NADA disso impede nossos passeios, nossas brincadeiras, nossos momentos de soninho, porque a Vida é pra ser Vivida... E isso nós plantamos e semeamos a cada dia que nasce e a cada dia que adormece.

Pra selar este meu amor eterno por ela, tatuei em meu pé o seu nominho, pra que eternamente esteja gravado em mim, a sua presença valiosa..
"Afinei os meus ouvidos pra escutar sua chamada"
Frejat

Seu animal de estimação pode ter um dia de celebridade! Envie fotos do seu bichinho pra nós, que divulgaremos na seção semanal “Meu pet é o bicho!”.

Mande fotos de boa resolução para abcdosbichos@gmail.com e faça uma breve descrição do pet (raça, nome, idade) e do seu dono (nome, profissão, cidade).


Foto: Arquivo Pessoal

9 de dez de 2010

Cãominhada reúne 300 animais em São Bernardo

Sombra e água fresca. Era tudo o que os participantes da II Cãominhada queriam no fim do evento, na manhã de ontem, em São Bernardo. Os cerca de 300 cachorros e 500 pessoas deram uma volta em um trecho da Avenida Kennedy, no Parque São Diogo, sob um sol escaldante pelo bairro e ambos chegaram, literalmente, com a língua de fora.

Essa foi uma forma descontraída de comemorar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (celebrado no dia 3), além de incentivar a realização de uma atividade esportiva. A organização da brincadeira foi da Avape (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência), em parceria com a Prefeitura de São Bernardo.

Fora a Cãominhada, os donos dos animais tiveram a chance de exibir o novo penteado, roupas descoladas e até unhas pintadas dos seus melhores amigos. A concentração começou a partir das 9h, em frente ao Ginásio Poliesportivo, onde havia diversas tendas, com vários serviços gratuitos, entre eles adoção de filhotes que vivem no Centro de Controle de Zoonoses de São Bernardo, pista de agility, brinquedos infláveis para as crianças e outras.

Segundo o prefeito da cidade, Luiz Marinho, a festa pode vir a acontecer duas vezes ao ano. "Essa é uma atividade que visa melhorar a qualidade de vida das pessoas. Queremos introduzir o conceito de convivência no município. Essa é a segunda vez e deu certo. Quem sabe não podemos fazer mais vezes durante o ano?", disse a autoridade.

Mesmo temporariamente sem andar e na cadeira de rodas em decorrência de um atropelamento que causou cinco fraturas na bacia, a estudante Maria Fernanda Vischi, 22 anos, encarou o sol e participou com o seu maltês Frog. "No final das contas apenas minha mãe caminhou. O Frog não aguentou e veio para o meu colo", brinca a estudante.

Já a guia de turismo Maria Rosa Ploner trouxe quatro dos seus cachorros vestidos de Papai Noel. Por onde passavam os bichos chamavam a atenção dos participantes da Cãominhada.

Os animais lembravam renas dos desenhos animados, alguns tinham as unhas pintadas de vermelho. "É uma festa e vale a pena participar, pena que não deu para trazer todos. Em casa ficaram outros três", conta a guia.

"É um jogo que todo mundo ganha, principalmente a saúde tanto das pessoas com deficiência quanto do familiar que vem junto. O cão é uma boa desculpa", comenta Marcos Gonçalves, presidente e idealizador da Avape.

Texto: Willian Novaes (Sete Cidades/DGABC)

6 de dez de 2010

Billy...

Este foi o nome que demos a ele, um mestiço de cocker, com as patas curtas, pêlos pretos, dócil e brincalhão, tem aproximadamente 2 anos, que simplesmente foi deixado pro lado de dentro de um portão, num estabelecimento comercial situado na região do Bairro Carrãozinho, próximo a Av. Aricanduva com a Itaquera.


O que sabemos é que foram dois garotos que simplesmente deixaram o billy lá, viraram as costas e foram embora sem nenhuma piedade.

Ele permaneceu lá, justamente onde foi colocado, tentando entender o que estava acontecendo, porque e o que havia feito pra ter sido abandonado lá.

Diante desta situação ele está num lar provisório e precisando urgente de alguém que tire essa imagem da mente dele, não é justo deixar o bichinho lá, virar as costas, vê-lo sentadinho olhando as pessoas indo embora, e ele ficando.

Quem se sensibilizar com o Billy e quiser levá-lo pra casa, ou até mesmo quem souber quem fez isso, por favor denunciem, pois abandono é crime.

Não somos obrigados a pegar um animalzinho, seja ele o que for, mas desde que pegamos temos que saber que no mínimo 15 anos seremos responsável por ele, eles não serão filhotes para sempre, vão crescer, vão ficar doentes, vão ficar idosos, assim como nós.

Ele está esperando por você, ajudem, contato pelo telefone 2781-2242.

Foto: Arquivo Pessoal/Vilma

Quero saber mais...

“Quero saber mais...” traz uma edição especial: As 10 raças de gatos mais incomuns do mundo.

Em 4º lugar no ranking, está o gato da raça Munchkin, descoberta em 1991 nos Estados Unidos.


Pode ser considerado um basset hound dos gatos, tem pernas curtas, um terço do tamanho de uma perna normal de gatos e costas longas, podendo ter pêlos longos ou curtos, e ser de várias cores.

Sua personalidade é dócil e parecido com filhotes, dizem que são filhotes eternos.

São conhecidos também como gato canguru, pelo fato de se apoiarem nas patas traseiras quando estão em alerta, pode ser rápido e habilidoso.

Na próxima semana iremos apresentar o 5º gato das raças mais incomuns do mundo: O Persa Teacup.

“Quero saber mais...”. Toda segunda-feira, uma nova coluna trará informações e curiosidades sobre seu pet favorito. Envie para nosso email abcdosbichos@gmail.com sua sugestão de raça e, na próxima semana, o animal mais votado ganha uma seção especial.

Foto: www.guiadosanimais.com.br

Disqus for ABC dos Bichos